terça-feira, setembro 05, 2006

vivam os blogues de musica

1) ontem, em conversa depois do jantar, surgiu o tema do actual numero de bandas novas e do consequente numero de cds novos. com estas coisa da internet - mp3s, myspaces, editoras de net, blogues amadores, e sites de critica de musica profissionais - aconteceu uma verdadeira revolucao no mundo da musica, isto e, parafraseando o dinis guarda, uma verdadeira democratizacao.
2) hoje em dia, qualquer pessoa (eu nunca) pode ter uma banda e fazer-se ouvir e qualquer pessoa (eu sempre) pode fazer critica de musica e fazer-se ler. a diferenca esta no canal. antes, era algo reservado aos "totipotentes" dos quatro semanais de musica e a alguns "iluminados" da radio, hoje em dia, qualquer um.
3) para alem da leveza do amadorismo, da nao existencia das pressoes editoriais tanto do editor como das editoras, os blogues de musica teem uma grande vantagem: a total inexistencia de formato. posso fazer o que eu quiser e isso e optimo para a minha creatividade. a titulo de exemplo, no passado pejava as mesas da minha escola secundaria com referencias musicais (fisico-quimica nono ano, na minha mesa uma ilustracao do slash na igreja do november rain que passou o ano inteiro sem nunca ser adulterada, lembro-me perfeitamente, nao fui eu que fiz e copiei vezes a fio para o meu caderno). hoje, tento ter este blogue pura e simplesmente sobre as musicas que ocupam os 3.7 gigabytes do meu querido ipod nano.
4) por ultimo, noto que nisto tudo existe um pequeno catch: o numero de pessoas que le critica de musica nao aumentou. desta forma, enquanto nos primordios dos tempos o bottleneck estava no numero de discos editados e posteriormente passou para o espaco disponivel para critica de musica, agora esta no numero de pessoas que leem critica de musica.

4 adendas

Blogger Kraak/Peixinho disse...

Hey João! :) Obrigado pela tua visita ao Kraak FM e ao comentário lá deixado que muito me agradou. Nestes últimos meses, foste o único que partilhaste comigo essa opinião sobre os Midlake. :)

Quanto a este post, acho que tens toda a razão. Mas sabes, apesar de toda a "democratização" originada pela web, há muita gente que ainda continua no seu pedestal a olhar de cima para quem tenta expressar a sua opinião. Facto que na realidade compreendo até certo ponto, pois obviamente prejudica os "interesses" desse pessoal.

Mas quanto a mim, o mais grave é que as pessoas não criticam nem opinam como deve ser. Parece que têm medo, tornando-se muito fácil passar ao ataque pessoal com muita arrogância à mistura. Postura típica quando não se encontram argumentos válidos para uma verdadeira partilha de opiniões e pontos de vista.

... e não há melhor forma que a web para se fazer isso. Chegar, criticar de forma absurda e não dar a cara.

Mas é na boa. Vivam os blogs de música!!

Abraço e boa sorte para este teu blog! Eu vou passando por cá :)

5/9/06 7:05 da tarde  
Blogger O Puto disse...

Concordo com o que tu dizes. Em relação ao último ponto, penso que muitos leitores da crítica musical se tornaram eles próprios críticos.
Vivam os blogues de música! São os meus preferidos.

8/9/06 6:42 da manhã  
Blogger Zorn John disse...

Vivam!!!
O meu não é um blog DE música, mas como amante confesso, não podia deixar de lá postar alguma coisa de vez em quanto.
Vivámúsica!

14/9/06 10:17 da manhã  
Anonymous João Esquecido disse...

Criticar é fácil!... Ó pra mim: Êêêêê... não gosto.

Lembrei-m d passar por aqui e, dp d ter passado, ficou a apetecer-m voltar c + tempo.

I'll see you in Texas, cowboy!

18/9/06 8:09 da manhã