quarta-feira, outubro 11, 2006

muitas saidas

awesome color, awesome color, rock 'n' roll, ja aqui tiveram o seu espaco;
the bees, high society, engracadote mas nada de especial. tocaram 10 vezes e foi o suficiente. boa voz, guitarrinhas e coros por tras fazem um bom disco no geral com musicas interessantes, mas nao passa disso. #5 she is gone #10 dream of love sao as minhas preferidas;
the black angels, the black angels, por recomendacao, e bom mas nao e espetacular. fazem-me lembrar muito os doors e sao daqui da terra;
blood meridian, kick up the dust, bom disco, se nao fosse preciso libertar tanto espaco ficariam aqui mais tempo. ja surpreenderam por mais do que uma vez. #3 let it come down e espetacular. o disco comeca bem mas depois la para o final comeca um bocado a fartar porque bate sempre na mesma tecla;
the blow, poor aim: love songs, the concussive caress or casey caught her mom singing along with the vacuum, o primeiro muito melhor do que o segundo, conheci porque sao amigos dos parenthetical girls, #7 come on petunia muito gira. o segundo e mais aborrecido e um bocado cru, so com a voz e instrumentacoes electronicas por tras a la noia xiu xiu, mas muito muito pior. acho que vai ter um disco em 2006, entretanto, estou a espera;
chin up chin up, this harness can't ride anything, ja teve aqui o seu espaco, mas acho o anterior relativamente melhor;
code of honor, fight or die, punk rock dos anos 80, so aqui esteve por curiosidade;
cold war kids, mulberry street, up in rags, with your wallets full, 3 eps dos cold war kids que faziam com que a sua probabilidade no piloto automatico fosse bastante elevada. ja tiveram aqui o seu espaco e foram extensivamente ouvidos, entretanto num futuro proximo entrara o album de estreia;
daughters, hell songs, ouvi uma vez, nem sequer o disco todo, muito muito hardcore para mim, a critica que li enganou-me completamente e fez o correspondente site desaparecer dos meus favoritos. adeus junkmedia;
the decemberists, the crane wife, ouvidos extensivamente, excelente disco, dos melhores de 2006, #5 the perfect crime e espetacular, nunca esperaria uma musica tao dancavel pelos decemberists, entrarao no final do ano;
envelopes, demon, aqui desde o estado inicial, #4 your fight is over e a minha preferida e diz-me mesmo muito. vi pela primeira aqui na radio da universidade e so muito depois no cokemachineglow. e um disco de estreia, ja escrevi isto algures sobre eles:"acho que estes rapazes teem jeito. o disco nao e assim nada de especial, mas pelo menos prometem. acho espetacular a forma como e cantado.";
the exploding hearts, guitar romantic, ora glam rock, ora clash, ora ramones, mas se em 2003. entrou apenas por curiosidade ja nao me lembro bem porque. o disco e bom, todas as musicas podiam ser singles. vejo agora ja nao existem, 3 membros morreram num desastre de automovel quando voltavam a casa de san francisco. perderam o controlo da van da banda, que horror;
first nation, first nation, folk psicadelico com uma boa cantora, melodias progressivas, sons da selva e instrumentos meio tradicionais. aqui desde o estado inical e extensivamente ouvido mas nunca sem grande notoriedade. #3 female trance e a que gosto mais e ja esteve numa playlist;
the futureheads, news and tributes, tocaram muito, um total de 18 vezes, #11 thursday e uma boa musica e cai assim um bocado fora de todo o disco. acho o anterior um disco melhor;
gotye, like drawing blood, o disco comeca bem assim com musicas ritmadas, modernas e meias de danca mas com instrumentos do folclore. entretanto la para o final fica horrivel e nao se aguenta onde fazem lembrar tudo e mais alguma coisa, portanto, ouvir apenas ate a #5 thanks for your time que me faz lembrar justin timberlake. #9 seven hours with a backseat driver e a unica que se safa neste final. o disco ja esta a ter mais linhas do que merece;
grizzly bear, yellow house, ja teve aqui o seu espaco, entrara no final do ano;
guillemots, from the cliffs, tinha ficado aqui este, a minha opiniao sobre a banda nao mudou desde a ultima vez, #3 made up love song #43 e muito gira mesmo;
heartless bastards, all this time, deram-me a conhecer, este e o deste ano, adoro a voz da senhora, a #4 que da titulo ao disco e a melhor. continuam na mesma linha do que o anterior, mas agora apostam mais nas melodias com a voz;
junior boys, so this is goodbye, tudo ja foi dito por ai. o disco e bom mas o anterior e muito muito melhor. acho que tiveram um pequeno hype no lancamento, mas depois la se acabou por perceber que afinal nao era assim como se dizia;
la rocca, the truth, horrivel, tem tudo o que eu nao gosto numa banda e compreendem-se perfeitamente as referencias dos criticos profissionais aos u2, aos keane e aos coldplay. a serio, venha o diabo e escolha;
lady and bird, lady and bird, ja conhecia este disco, parece-me que saiu em 2003 em franca e so agora em 2006 no resto do mundo. por favor, expliquem-me porque;
the little ones, sing song ep, ja aqui tiveram o seu espaco. banda prometedora;
malajube, trompe l'oeil, uns canadianos que cantam em frances, muito a la arcade fire. #2 montreal -40°c e #10 etienne d'aout muito giras;
midlake, the trials of van occupanther, dos melhores de 2006, extensivamente tocado. conheco de cor e tenho que lhe dar o devido espaco aqui no meu querido ipod nano. sai porque o espaco e limitado. #5 young bride e a preferida;
new buffalo, the last beautiful day, bom disco, calminho e tranquilo, optimo para namorar no sofa. sally seltmann esta na lista;
parenthetical girls, grrrls, safe as houses, boas letras cheias de metaforas sexuais, primeiro saiu um, agora saiem estes dois. o primeiro e um disco com duas versoes, a primeira com batidas e a segunda sem. a minha musica preferida dos casiotone for the painfull alone, love connection (some things are better left unsaid), e um cover dos parenthetical girls. este segundo de 2006 tambem nao e assim nada de especial. comeca com #1 love connection, pt.2 mas nada de grande novidade ou relevo para alem disso;
peter bjorn and john, falling out, como esta ali na prateleira, nao precisa de estar aqui;
planningtorock, have it all, ja teve aqui o seu espaco, nada a acrescentar;
polysics, neu, japoneses noise-rock noia, disco de 2003, apenas entrou por curiosidade e por achar a capa assim interessante e que facilmente poderia substituir a fotografia do meu profile. continuo a preferir os fond of tigers. o som e interessante, mas demais para mim;
psychic ills, dins, ja tiveram aqui o seu espaco, e so olhar um pouco abaixo. mas que bela foto que eu aqui pus, hein?;
the roots, game theory, tou numa fase em que nao curto assim muito hip hop. acho que vao todos para o inferno por ostensividade, e, infelizmente tambem pagam os justos pelos pecadores;
russian futurists, me myself and rye, por favor haja paciencia para o hype da russia nos nomes de bandas. nao gosto, nao me entra, e agora odeio. passei para a frente por varias vezes;
the submarines, declare a new state!, vocalista (blake hazard) com voz de anjo, o disco e interessante, mas tambem assim nada de especial;
tap tap, lanzafame, bom disco, faz-me lembrar os arcade fire, sai apenas porque esta mal tirado. critica muito interessante no pitchforkmedia, onde e dito que blogues de musica sao a nova paciencia. concordo plenamente, e incrivel a quantidade de tempo que perco com isto;
tokyo police club, a lesson in crime, copia valida dos strokes, a #2 nature of the experiment com o efeito na voz e tal e qual;
union of knives, violence and birdsong, aqui por recomendacao, ouvido extensivamente. #3 evil has never e #5 taste for harmony sao as minhas preferidas. nao acho assim nada de especial, acho o disco muito variado e pouco coeso;
white whale, wwi, os tap tap estao para os arcade fire assim como os white whale estao para os decemberists. estes ja tiveram aqui o seu espaco;
wilderness, vessel states, das minhas bandas preferidas dos ultimos tempos e dos melhores de 2006, tem-se arrastado por aqui ja ha algum tempo e e ouvido sempre com gosto e regularmente. amaldicouo o chipotle por me ter feito perde ao vivo;

6 adendas

Blogger joao disse...

peco desculpa pelo possivel excesso de informacao, mas isto aqui tambem serve, metaforicamente, como um pequeno blogue de apontamentos pessoais

12/10/06 12:30 da manhã  
Blogger prozac disse...

i love wilderness, too.
JP

12/10/06 2:49 da tarde  
Blogger Invisible Girl disse...

:)
fazes bem em usá-lo como blog de apontamentos. A minha ideia principal é mesmo essa, se alguém lê as baboseiras que eu escrevo melhor para mim lol
bom fim de semana ;)

14/10/06 3:24 da manhã  
Blogger filipa disse...

amaldicoado chipoatlay :S

14/10/06 12:32 da tarde  
Blogger filipa disse...

a foto dos pshychic ills e uma boa foto :P

14/10/06 12:36 da tarde  
Anonymous Ludmila disse...

olá joão.

uma pena.

uma pena não estar com tempo pra ler mais... mas o pouco que li foi o bastante pra voltar e fazê-lo ainda mais.

cheguei até aqui através do tap tap.

e queria tanto saber como baixar o album inteiro...

6/12/06 3:41 da tarde