domingo, maio 27, 2007

papercuts, can't go back


conheci os papercuts atraves dos grizzly bear. quando os ultimos vieram aqui a terra, a meados de marco, traziam-nos como primeira parte. os papercuts sao um projecto de um homem so, jason quever, nativo de sao francisco, colaborador dos casiotone for the painfully alone e amigo dos parenthetical girls, reza a lenda que teve a sorte de conhecer o senhor banhart, que de imediato o contratou para a sua mais recente editora. dai saiu can't go back, o segundo como papercuts
como e obvio, nao basta ter padrinhos proeminentes no meio, nem e suficiente fazer primeiras partes de bandas do momento. e apenas com o principal output, os discos, que se, se possivel, fica para a posteridade. can't go back e mesmo isso, tem qualidade para colocar os papercuts nos primeiros 10 de qualquer lista de 2007. as musicas, com clara influencia no pop californiano, orquestracoes sinfonicas, baixos simples e guitarras que dao corpo e preechem o ar, mais a voz (algo caracteristica), transformam-se em lengalengas agradaveis e coerentes para tardes soalheiras (como por exemplo, a minha de hoje). para a de alguem amanha, aqui ficam:
#1 dear employee (das melhores, para alem disso expoe o disco)
#2 john brown (refrao com excelente linha melodica na voz)
#3 summer long
#5 take the 227th exit (mais alegre e recambolesca, via 1.618

3 adendas

Blogger Abbie disse...

obrigada :) agora é a minha tarde soalheira.

28/5/07 5:59 da manhã  
Blogger Jed disse...

favor de não roubar nossa bandwidth. a gente gostaria se mudasse o link de Papercuts a http://one.sixoneeight.net/2007/05/03/papercuts-take-the-227th-exit/

obrigado

29/5/07 1:47 da manhã  
Blogger joao disse...

eu perguntei por email se podia. eu pergunto sempre por email se posso.

29/5/07 12:33 da tarde